top of page
Buscar
  • Foto do escritorMateus Lamin

Análise de vibração substitui a boroscopia?



A análise de vibrações substitui a necessidade de realização de boroscopias?


É comum que em nossas reuniões de apresentação do CMS da AQTech para clientes surja a seguinte dúvida: ter um sistema de monitoramento de vibrações on-line na minha frota de aerogeradores substitui a necessidade de realizar boroscopias nas turbinas? Nesse breve artigo, gostaríamos de esclarecer o porquê identificamos que essas duas técnicas são complementares, e uma não substitui a outra.


Um pouco sobre a boroscopia:


A boroscopia é um método para identificação de potenciais defeitos em equipamentos que utiliza como ferramenta o boroscópio industrial, que é composto por uma câmera na ponta de uma sonda com um sistema capaz de gravar as imagens que a câmera está capturando.


No contexto de turbinas eólicas, as boroscopias fornecem informações extremamente valiosas para a manutenção dos componentes mecânicos dos aerogeradores, sendo possível visualizar nas imagens defeitos em rolamentos, engrenagens etc. Assim como a análise de vibrações, a boroscopia é uma excelente ferramenta e contribui para o processo de manutenção preditiva.


Imagem de Boroscopia

Imagem de Boroscopia


Análise de vibração e boroscopia: técnicas complementares


A boroscopia atua complementarmente a análise de vibrações nos pontos em que ela possui limitações, como por exemplo:

  • Facilidade em identificar defeitos em componentes internos: é sabido que a análise de vibrações é capaz de dar diversos insights sobre a condição da máquina, no entanto, a boroscopia tem mais facilidade em identificar defeitos em locais mais internos dos componentes mecânicos.

  • Inspeção visual: a boroscopia provê para o time de manutenção informações visuais do estado de cada componente, que pode ser benéfica para a identificação de defeitos mais superficiais.

  • Detalhamento: apesar de ser possível identificar defeitos específicos em componentes como engrenagens e rolamentos diretamente com análise de vibração, o nível de detalhamento de uma boroscopia pode ser determinante para a identificação de algumas falhas.


Em compensação, a análise de vibrações on-line também é capaz de complementar as limitações de uma equipe de manutenção que se baseia apenas em boroscopias, como os seguintes pontos destacamos:

  • Monitoramento em tempo real, 24h por dia: diferente da boroscopia, que requer toda uma “operação logística” para a realização da atividade, com um CMS instalado no aerogerador, o time de manutenção tem informações sobre os ativos durante 24h/dia.

  • Método não-invasivo: a realização de análise de vibrações é menos invasiva do que a realização de boroscopias. Além disso, após a instalação de um CMS, não é mais necessário realizar intervenção nas máquinas para conseguir realizar análises associadas a saúde do ativo, no que diz respeito à vibração. Isso reduz tempo de parada de máquina e, por consequência, perda de geração.

  • Visão geral da frota: com a análise de vibrações de forma on-line, é possível ter uma visão geral da sua frota de aerogeradores. Como a gestão da manutenção em parques eólicos tem um grande desafio de gerenciar grande quantidade de ativos, os benefícios desse tipo de monitoramento são ainda mais notáveis.


Interface do OneBreeze



Usando monitoramento de vibrações e boroscopia em conjunto


Usar a análise de vibrações como parâmetro de entrada para tomar a decisão de qual máquina e qual componente dessa máquina (main bearing, gearbox ou rolamentos do gerador) deve-se priorizar a realização de boroscopia ou usar as boroscopias realizadas como dado de entrada para o analista de vibrações olhar com mais detalhe para determinados componentes de alguns ativos são dois exemplos clássicos de como as duas técnicas combinadas são extremamente poderosas!


Como um exemplo prático, para clientes que possuem a assessoria do Centro de Análise de Condição (CAC) da AQTech, costumamos utilizar a análise de vibrações somada à aplicação de técnicas de inteligência artificial para identificar quais as máquinas que estão em situação mais crítica - no que diz respeito à vibração – de toda a frota, e utilizar dessa informação para ordenar quais máquinas merecem ser inspecionadas por boroscopia com mais urgência, visando identificar possíveis problemas e evitar falhas.





Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page